torredemoncorvoinblog@gmail.com

sábado, 17 de maio de 2008

a alma da terra


"Torre de Moncorvo onde o ferro é a alma da terra"... mas o granito também brilha.

1 comentário:

LOPES disse...

Webmaster Blog Mós e Site

TORRE DE MEM CORVO ( TORRE DE MONCORVO)
O nascimento de Torre de Moncorvo foi por volta de 1062, quando D. Fernando I, o magno - rei de Leão, era inimigo dos Mouros. O espaço é a área da Serrra do Reboredo e da zona da Silveira/Portela, ex concelho de Santa Cruz da Vilariça. Era aqui que vivia D. Mem Corvo, fidalgo também chamado por D. Mendo ou Menendo Corvo a quem o dito Rei de Leão deu o senhorio de várias terras daquela zona, com a condição de as defender dos Mouros, dada a sua bravura. Um dia, D. Mendo apaixonou-se por uma linda rapariga de nome Zaida, moura, raptada por Pêro Antunes e que lhe fora, à sua Torre, pedir auxílio por andar perdida da família. Acabou por dar-lhe o baptismo e dar-lhe o nome de Joana, que havia sido o seu primeiro grande amor, mas que a morte levou. Na véspera do dia marcado para o casamento de D. Mendo com Joana (Zaida), esta fica doente, e nem o melhor físico da Corte, mestre Afonso, lhe valeu, apesar de lhe ter diagnosticado o mal “ febres “ devido à insalubridade do terreno onde se cultivava o linho, ( hoje Vale da Vilariça). Na esperança de que Joana pudesse curar-se, ele deu ordem para construir outra Torre nas terras vizinhas que lhe pertenciam e que eram mais saudáveis, pois tinham a serra a proteger os ares, para depois casarem e irem viver para aquelas terras da Serra do Reboredo. Zaida acaba por morrer. Ele desafia a morte com a Espada e ficou perturbado. O seu criado ajudou-o a acalmar aos poucos, e, quando a Torre que mandara construir estava pronta, mudou-se para lá, mandando destruir por completo aquela onde morrera a Joana (moura) que amou. E foram muitas as pessoas que se mudaram com ele e passaram a viver em volta da Torre de Mem Corvo como lhe chamavam. Essa povoação é actualmente Torre de Moncorvo.

eXTReMe Tracker