torredemoncorvoinblog@gmail.com

sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Fernando Assis Pacheco

“E aí vem o Assis, durante uma semana, a fazer seis ou sete reportagens sobre Moncorvo para o República. Ainda hoje são o grande retrato de Moncorvo, três ou quatro meses antes do 25 de Abril. Estávamos em Fevereiro de 74. Vem com ele, como fotógrafo e guia na geografia física e humana de Moncorvo, o Leonel Brito que tem mais de 50 fotografias da vila e de aldeias naquela época. São dois retratos notáveis de Moncorvo”.
Rogério Rodrigues.

Foto de Fevereiro de 74
Fernando Assis Pacheco e a mãe do Afonso Praça.

As reportagens saíram durante sete dias nas centrais do República com o titulo “Moncorvo, Zona Quente na Terra Fria”. Lembro-me da perturbação que causou na “classe” que frequentava o café Moreira e se passeava na praça.
Em 77 regressei para fazer o documentário “Gente do Norte ou a História de Vilarica” (realização minha e texto do Rogério).
Foi depois de ler o comentário de António Cristino que decidi enviar esta foto. Tenho comigo os exemplares do República, que tenciono entregar à biblioteca, bem como publicações em jornais e revistas sobre “Gente do Norte”.
Leonel Brito

1 comentário:

António Cristino disse...

Bela foto do Jornalista Fernando Assis Pacheco e da Senhora Emilia Praça, mãe do Jornalista Afonso Praça e seu único filho, tendo ficado viuva quando ele tinha apenas 12 ou 13 anos. Afonso Praça era um verdadeiro transmontano e muito considerado por toda a classe jornalística, da qual foi o primeiro presidente do seu sindicato, depois do 25 de Abril.
Eu também ainda guardo um exemplar do jornal o República dessa época. Lembra-me bem de alguns alunos da Escola estarmos numa casa em Moncorvo a comer umas alheiras enquanto o Jornalisa Assis Pacheco nos fazia as perguntas para a reportagem.
O Jornal era vendido na livraria junto á praça propriedade do então Chefe da Secretaria da antiga Escola Industria e Comercial e esgotou nesse dia.

eXTReMe Tracker