torredemoncorvoinblog@gmail.com

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Plano do Regadio do Vale da Vilariça concluído ao fim de 40 anos


O Plano de Regadio do Vale da Vilariça beneficia cerca de 800 agricultores transmontanos, abrangendo cerca de 1500 hectares de terras, ao longo dos concelhos de Vila Flor, Alfândega da Fé e Torre de Moncorvo, no distrito de Bragança.
O Primeiro-Ministro, José Sócrates, fez questão de frisar que os transmontanos têm sido “gente com paciência”.
Para o ministro da Agricultura, Jaime Silva, o Vale da Vilariça é um dos bons exemplos de como se podem e devem aproveitar os fundos comunitários disponíveis para o sector. Lembrando que os pequenos agricultores têm ajudas asseguradas, sublinhou que, “em momentos de crise, a agricultura é dos poucos sectores de actividade que pode criar emprego e desenvolvimento no interior do país”, garante.
Tratando-se de um vale com terras bastante férteis, com o seu aproveitamento hidroagrícola será possível aumentar em cerca de 35 por cento o valor das produções, nomeadamente olival e hortofrutícolas.
Com esta última barragem do plano de regadio, orçada em 19 milhões de euros, aumenta em 25 por cento da superfície regada e em 30 por cento a eficiência de rega.
O presidente da Associação de Beneficiários do Regadio da Vilariça considera que “mais importante que os subsídios é a construção deste tipo de infra-estruturas” já que “elas ficam e no futuro as pessoas saberão tirar delas a devida riqueza” refere Fernando Brás.
Este responsável salienta ainda que é preciso aproveitar as estruturas existentes para mudar a agricultura do vale e aumentar o rendimento. “A associação tem ideias que se prendem com a organização da ocupação cultural do vale para dar dimensão às propriedades e tirar daí o máximo rendimento” adianta Fernando Brás.



Fonte: Jornal Terra Quente

Sem comentários:

eXTReMe Tracker