torredemoncorvoinblog@gmail.com

terça-feira, 28 de abril de 2009

Medo(s)


Vivi numa casa, com outros Colegas Estudantes,
Onde teve que se esconder alguém que,
Apenas por querer ser livre
Num país amordaçado pelo regime,
Estava a ser perseguido pela polícia política.

É verdade que havia
Prisões políticas, tortura e mortes.
Era assim que a morte saía à rua.
Como o sabias tu, Zeca Afonso!

Sem medo,
Muitos estudantes e professores ousaram lutar
E, naturalmente, vencer.
Quem sabe faz a hora,
Não espera acontecer...

Passados trinta e tal anos,
Vivo numa sociedade formalmente livre,
Mas terrivelmente amordaçada
Por cada um de nós, dentro de nós.
Sociedade amordaçada por todos nós,
Mesmo por quem antes,
Na convicção do vencer,
Ousou lutar e, naturalmente, vencer.

Pobre de ti, Universidade,
E pobre de ti, País,
Que vives, que nos fazes viver,
Neste mundo diluído,
Difuso,
Politicamente correcto,
Que te convém, que nos convém,
Onde tudo é nada, onde nada é tudo.

Onde estão, Universidade,
Os Princípios e os Valores que te geraram,
Que tu geraste,
Que são a semente, a flor, o fruto
E, de novo, a semente?
Já reparaste, Universidade,
Que os Princípios são o que está
Necessariamente no princípio?
Cito de cor S. João Evangelista:
"No início era o Verbo.".
E já reparaste que os Valores
São o que perenemente vale,
Mantendo-se,
Sem princípio nem fim,
Fazendo do homem o Homem?
E já reparaste também que as coisas
Verdadeiramente sábias, fortes e belas
São sempre simples?

Lembras-te,
Por exemplo tu, Albert,
Da tua incrivelmente simples
Fórmula da energia e da massa?
Não, Albert,
Não me refiro à "massa" de hoje,
Que essa não cria energia,
Apenas dependência, dependências...
Que, por inércia, nos matam.

Te matam, Universidade,
No teu próprio princípio,
Criando ao mesmo tempo
Pequenos saberes e grandes ignorâncias.
E uma grande riqueza e uma imensa fome...

Estás, estamos, no meio da ponte.
Aquando de Bolonha,
Fugiste para a frente.
Agora parece que te queixas...

Que agora não fujas para trás,
Renegando no teu próprio Ser
Os Princípios e os Valores,
Amordaçando-nos dentro de nós.

Sê tu
E sê livre!

Seremos livres
E seremos Universidade!


J. Rodrigues Dias
2008-02-15

1 comentário:

ratonclaws disse...

Boa tarde.
Antes de mais, gostaria de pedir desculpas por estar a fazer um comentário em "off-topic", mas achei que esta seria a melhor forma de divulgar esta iniciativa.

Transcrevendo parte de um post num blog de minha autoria:

"Depois de uma volta pela blogosfera e de ver que a quantidade de blogs Transmontanos aumenta a cada dia que passa pensei se não seria interessante unir todos esses blogs com uma imagem... Algo que unisse os seus colaboradores num sentimento comum: O orgulho em ser Transmontano!
Assim, e à semelhança do que já se passa com este meu blog, sugiro aos autores, colaboradores e administradores de todos os blogs Transmontanos a inclusão de uma das imagens que a seguir se publicam nos seus blogs.
A imagem, depois de colocada no blog, não redirecciona para nenhum site! Não há links, não há spam, não há nenhuma maldade nesta sugestão! Apenas o orgulho no local onde nasci!"
Queiram ver as imagens seguindo o seguinte URL: http://bombeiralhadas.blogspot.com/2009/05/orgulhosamente-transmontanos.html

Fiquem com um forte abraço!

João Mata

eXTReMe Tracker