torredemoncorvoinblog@gmail.com

quinta-feira, 19 de junho de 2008

lareira tradicional - santuário dos apetites

santíssima trindade.

O deus das saborosas cousas.

pão, ovo, canela, açúcar... pecados!

Ai a coalhada, um branco sabor celestial!

Trufas de Moncorvo - aperitivo para os deuses descerem à terra!

Fica-se cá c'uma telheira ( alheira vizinha da telha), com estas auréolas divinais !

Todas as fotografias foram obtidas em terras de Moncorvo, com diferentes câmaras fotográficas. Uma delas não resistiu, como é natural, e deu-lhe o pifo!

5 comentários:

n. disse...

Hei pessoal!!!
parece que já tem nome
a tasca do Vasdoal;
parece que se chama
a "Lareira Tradicional"!
Só esperemos que não seja
apenas uma tasca virtual...
Com este cardápio fico a "augar"
só de ver tal gastronomia regional;
para nos aguçar o apetite,
realmente não está nada mal...
Só falta marcar uma data
prá sessão inaugural...
Diz lá à sogra de Sequeiros
que vá contando com uns merendeiros... (ah, nós levamos a pinga!!! ehehe)
Abraço, com parabéns ao fotógrafo-provador e à sogra que faz estas coisas maravilhosas.
N.

angel disse...

Amigo Henrique y compañía,a eso yo también me apunto.Enhorabuena Vasdoal,bellas las fotos,mas ¿como mejorar,una lareira?:el porco colgado de un sinfin de varales en el techo,chorizas,farinheiras,presuntos,un queso,los amigos armados de pao y faca,una cántara de vino para apagar las heridas de la batalha,en fin,nada de alta tecnología.
¿Donde quedaron esas reuniones de bodega?.Habrá que recuperarlas.
Vuestro amigo Angel,que no fala portugues pero os entiende,y si no que se esfuerce.Un abrazo

vasdoal disse...

Gracias, Angel, te endiendo mucho bien! Quieres comer! Te vamos a fartar con tudo isto!!!
Un abrazo mui grande.

Henrique de Campos disse...

Pessoal! Está apresentado o meu amigo Ángel, um grande Amigo de Trás-os-Montes e de Torre de Moncorvo em especial, que vive em Salamanca, mas tem uma casa de campo aqui bem perto, em Mazueco. Aliás, foi em Mazueco (terra homónima do nosso Mazouco) que eu e o Armando G. o "descobrimos" há já uns anitos... E depressa descobrimos que tínhamos muitas afinidades, a começar pelo gosto por estas coisas boas, bem regadas com a excelsa pinga das nossas arribas durienses. Isto além do Património das Pedras e da Etnografia, da Etnomusicologia, da Poesia e da História.
Temos que combinar uma sessão cultural na Bodega do Vasdoal, de cuchillo en el Mesón, caramba!
Ah, me ha faltado decir que Angel tiene un amigo suyo, el Marqués de los Mojones, que es un gran poeta salmantino, auctor de magníficos poemas gastronómicos y otros, en que habla de Torre de Moncorvo. En un día de esos aquí postaremos algunos de sus magnificos versos!
Abraço a todos,
Henrique

Carla_santos disse...

Caros amigos,
Parabéns pelo vosso blog... pois a minha alma é de Caminha... mas nao posso deixar que me leve até Moncorvo... e outros lugares com alma como Almeida...
O meu Bem Haja,

em breve partilharei meu blog
sobre a torre de relógio de Caminha!!!
Até lá...
Um abraço Caminhense

eXTReMe Tracker