torredemoncorvoinblog@gmail.com

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Pelourinho de Mós

O Pelourinho de Mós, possivelmente construído no Séc. XVI, perdeu-se na memória e no tempo. Quis o destino que em 1992, seis das pedras que o constituíam fossem encontradas num muro da aldeia.
Hoje, o pelourinho está lá, na praça, enchendo de orgulho os mozeiros, que não se cansam de falar da Antiga Vila de Mós. Esta é só uma amostra do muito que há para "descobrir" nesta aldeia que já foi sede de concelho.

2 comentários:

Júlia Ribeiro disse...

Depois de ler o que os amigos postaram sobre preservação do património e depois de ter visto as fotografias do pelourinho de Mós, apetece-me citar Kierkegaard ( que conseguia em frases muito breves condensar grandes lições. Cito de cor; espero não estar errada): "A vida só pode ser vivida olhando em frente, mas só pode ser compreendida olhando para trás" .
E mais palavras para quê ?

O meu agradecimento a Cidadão do Mundo, a Lopes e a Xo_oX por nos trazerem aqui algo que , simplesmente, não deve ser ignorado. E eu ignorava.

Abraço,
Júlia Ribeiro

Cidadão do Mundo_PL disse...

Como me foi solicitado pelo vosso conterrâneo e amigo Lopes, para escrever textos para o Blog de Mós, surgiram as oportunidades, e assim o fiz, apesar de transmontano sou do Dsitrito de Vila Real, onde algumas situações idênticas às de Mós aconteceram por desleixo de muitos, mas também não nos podemos esquecer que muito se deve ao Liberalismo, 1.ª República, Estado Novo, em que os senhores do aneis faziam o que bem entediam ou seja se entendessem derrubar edificios histórios faziam à vontade sem restrições, edificavam autênticos edificios hoje alguns devolutos, destruindo e retirando autenticas obras de arte desses edificios, que foram construidas com o suor de alguns!!!
Como Jornalista de um editorial Português identifico apenas como Cidadão do Mundo.

eXTReMe Tracker